Descarte de lâmpadas: orientações para a logística reversa

Crédito: ASCOM/PV

Adicionar aos meus Itens 

Apresentação

 

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), desde 2011, quando tiveram início as tratativas para implementar as diretivas da Política Nacional de Resíduos Sólidos, assumiu ativamente as representações em todos os fóruns de negociação. Sem perder de vista o compromisso com as boas práticas ambientais, buscou resguardar as micros e pequenas empresas de obrigações que iriam além de suas capacidades, assim como defendeu e deu voz aos empresários que se engajaram nos sistemas de logística reversa em suas respectivas competências operacionais.

A gestão dos resíduos sólidos constitui um grande desafio, não somente para os empresários da indústria e do comércio e os consumidores, mas também para os governos municipais, que precisam se adequar ao novo modelo, em que a coleta seletiva passa a ser o principal canal de descarte. Assim, esperamos ter contribuído para o sucesso na concretização dessa nova forma de gerir o descarte adequado de lâmpadas pós-consumo, ressaltando que as negociações terão continuidade nos Estados, onde será essencial o engajamento das Federações do Comércio e seus sindicatos filiados.

 

Antonio Oliveira Santos

Presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

Download

  • Descarte de lâmpadas: orientações para a logística reversa | Download

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.