Sumário Econômico 1524

Setor de serviços segue adiando o início da recuperação - Com queda de 1,9% no volume de receitas em relação a dezembro, serviços registram a maior queda mensal de faturamento real em 10 meses. CNC projeta variação de -0,2% para 2018. De acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), em janeiro, o volume de receitas do setor de serviços recuou 1,9% na comparação com o mês imediatamente anterior – o pior resultado em comparativos mensais com ajustes sazonais desde março de 2017 (-2,7%, ante fevereiro daquele ano). O setor de serviços privados responde por quase a metade (44%) do emprego formal do País. O resultado negativo de janeiro foi claramente influenciado pela forte retração no volume de receitas dos transportes (-3,0%, ante dezembro) e, mais especificamente, pela variação da receita real na prestação de serviços de transporte aéreo (-4,5%). Destacaram-se ainda de forma negativa (-6,7%) os serviços técnico-profissionais – atividades que englobam serviços de engenharia, de arquitetura, de contabilidade, jurídicos, dentre outros.

Operações de crédito representam a menor proporção do PIB dos últimos anos - Dados mais recentes divulgados pelo Banco Central mostraram que o saldo das operações de crédito do sistema financeiro teve queda de 0,2% em fevereiro de 2018 contra o mês imediatamente anterior, a segunda retração consecutiva. O saldo total dos empréstimos e financiamentos alcançou o valor de R$ 3,1 trilhões no último resultado, representando 46,4% do PIB, o menor nível de representatividade desde março de 2012, quando foi de 46,3% do PIB. No acumulado dos últimos 12 meses encerrados em fevereiro deste ano, a variação foi de -0,3%, 3,2 p.p. acima da variação de -3,5% observada no mesmo período do ano anterior. Em relação à comparação anual, o primeiro bimestre teve uma queda mais intensa, de 1,0%.

Emprego no turismo em fevereiro - A pesquisa da CNC sobre a empregabilidade no turismo revelou que as atividades ligadas a esse setor eliminaram em fevereiro, contra janeiro do corrente ano, 2.064 postos de trabalho. Essa movimentação negativa mostrou os ajustes que as empresas dos serviços ligados ao turismo fizeram diante do baixo nível de consumo e da lenta retomada da recuperação da economia brasileira. Os ajustes tiveram a ver também com o término do período de férias escolares e a movimentação com o carnaval. Pode-se acessar a pesquisa através do endereço http://sie.cnc.org.br na internet. O Sistema de Informações Econômicas (SIE) por enquanto fornece informações sobre o emprego no turismo para empresários, entidades e federações ligadas à CNC e ao Cetur.

Investimentos em energia solar - De acordo com o relatório Tendências Globais no Investimento em Energias Renováveis 2018, publicado pela Organização das Nações Unidas (ONU) de Meio Ambiente, o setor de energia solar dominou como nunca antes a nova capacidade de geração elétrica em 2017. O mundo instalou um recorde de 98 gigawatts (GW) de nova capacidade solar, um aporte mais alto que o das demais tecnologias. As outras fontes renováveis agregaram 59 GW em conjunto; as usinas de carvão, 35 GW; as de gás, 38 GW; as de petróleo, 3 GW; e a energia nuclear contribuiu com 11 GW de capacidade de geração.

Download

  • Sumário Econômico - Nº 1524 | Download

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.