Sumário Econômico 1528

Confiança do comércio é a maior em quatro anos - Embora venha crescendo com menos força do que nos meses anteriores, o subíndice que mede a avaliação das condições correntes avançou pela sexta vez consecutiva (+2,0% em relação a março). Na comparação com abril do ano passado, a alta superou os 30%, sugerindo, portanto, que, apesar da lentidão do processo de recuperação da economia e do setor no curto prazo, as tendências de crescimento estão mantidas. Na avaliação de 44,6% dos varejistas, a situação atual da economia está melhor do que a de um ano atrás. Na opinião de 91,8% dos empresários, o desempenho das respectivas empresas irá melhorar nos próximos meses. Os estados das regiões Norte (169,0 pontos) e Centro-Oeste (170,3 pontos) são os mais otimistas. Após três anos de fechamento líquido no número de lojas, totalizando o encerramento de mais de 226 mil lojas, o varejo deverá encerrar 2018 com saldo positivo de 20,7 mil novos pontos de venda.

Operações de crédito a pessoas físicas representam 54% do total - Dados mais recentes divulgados pelo Banco Central mostraram que o saldo das operações de crédito do sistema financeiro teve aumento de 0,6% em março de 2018 contra o mês imediatamente anterior, o primeiro aumento após duas retrações consecutivas. O saldo total dos empréstimos e financiamentos alcançou o valor de R$ 3,1 trilhões no último resultado, representando 46,6% do PIB. No acumulado dos últimos 12 meses encerrados em março deste ano, a variação foi de +0,1%, 2,5 p.p. acima da variação de -2,6% observada no mesmo período do ano anterior. Apesar dessas taxas positivas, em relação à comparação anual, o primeiro trimestre teve uma queda de 0,3%.

Cadastro positivo, positivíssimo - Aprovado pelo Plenário da Câmara dos Deputados, por 273 votos a 150, o texto principal do projeto de lei que torna obrigatória a participação de todos os consumidores no cadastro positivo, e que também, modificado o texto, passará pelo Senado, por ter sido alterado o texto original, antes de ser sancionado. É importante ressaltar que o cadastro tem como objetivo elaborar um banco de dados, com a relação de bons pagadores, através dos registros de pontualidade nos pagamentos efetuados, tais como: créditos, financiamentos, e mensalidades de serviços (água, luz, telefone, etc.). Segundo levantamento do BC, a inadimplência é o principal componente dos elevados spreads bancários no Brasil. De janeiro a março deste ano, o spread médio das operações passou de 46,2% ao ano para 49,5%. Variando, portanto, na contramão da inadimplência que recuou de 5,3% para 5,0% no mesmo período. Apesar dos cálculos das instituições, não precisamos de nenhuma contabilidade sofisticada para perceber que o cadastro de “bons pagadores” será salutar para a sociedade e para o setor produtivo, uma vez que, ao não penalizar os bons pagadores, beneficiará aqueles que pagam suas contas em dia, permitindo alocar mais eficientemente recursos para o setor real da economia.

O emprego no turismo em março de 2018 - Com o fim das férias, as atividades do turismo fecharam em março 3.209 postos de trabalho. O número representa avanço em relação às demissões observadas em fevereiro (-1.078). Esses dois meses deterioraram a geração de emprego do começo do ano. Por conta das expectativas empresariais com a movimentação do verão, em janeiro, foram criados 2.960 empregos nos segmentos relativos ao turismo. No acumulado do primeiro trimestre de 2018, a evolução do emprego apresentou - se negativa em -1.327 postos. Essas são constatações da pesquisa da Divisão Econômica com base no Caged de março a respeito da variação do emprego em 67 atividades do setor terciário, que ensejam medir o comportamento do turismo através do emprego.

Movin 2018 - A parceria entre a CNC e o Sebrae Nacional culminou com a realização do seminário Movimento para a Inovação em Comércio & Serviços (Movin) 2018, nos dias 8 e 9 do corrente mês, na CNC, no Distrito Federal. Em um dia e meio, a plateia lotou o auditório. Além desse público, o encontro contou com audiência remota, tendo sido transmitido pela internet. O Movin 2018 pode significar um marco para os eventos da CNC porque: estreita os laços de interesse e atuação com o Sebrae; mostra a proatividade com relação à abordagem dos temas que concernem o varejo e os serviços; estabelece outras condições para discussão das tendências sobre o que acontece com comércio e serviços; reuniu diversos órgãos públicos e privados; pode vir a ser um tipo de evento que contribuirá para formular políticas; e pode vir a repetir-se ano que vem. Diante da velocidade das transformações tecnológicas que afetam escolhas e gostos dos consumidores, na vanguarda sobre esses assuntos, a CNC pôde produzir conhecimento e gerar valor aos que oportunizaram assistir ao evento.

Download

  • Sumário Econômico - Nº 1528 | Download

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.