CNC Notícias 196

Crédito: Ascom - PV

Adicionar aos meus Itens 

Como se não bastassem as dificuldades que cercam a atividade empresarial no Brasil, os varejistas começam o ano com mais um desafio: lidar com a questão da segurança pública, ou com a ausência dela.

A matéria de capa da CNC Notícias mostra que as estatísticas tecem um cenário preocupante, mas não insolúvel – a aproximação entre lideranças do varejo e do poder público tem aumentado. O Sistema Comércio, por meio das federações que o compõem, participa de iniciativas voltadas para um tema que, em ampla análise, envolve toda a sociedade.

A edição de fevereiro/março da revista reporta outros movimentos do comércio de bens, serviços e turismo que vão além das demandas específicas dos próprios setores. A reforma trabalhista, por exemplo, foi um dos temas mais debatidos na primeira reunião deste ano da Diretoria da Confederação, quando José Pastore, consultor em Relações do Trabalho da entidade, destacou que a reforma beneficiará sobretudo os trabalhadores brasileiros, que hoje encaram um mercado impreciso. E desemprego – assunto de interesse geral –, segundo Pastore, se resolve com investimento e modernização das leis trabalhistas.

A presença do Serviço Social do Comércio (Sesc) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) na área de Saúde também ganhou registro. Representantes da CNC e do Senac mostraram, em reunião do Conselho Nacional de Saúde (CNS), que as estruturas das instituições estão em todo o País para benefício dos brasileiros. Nos mesmos moldes atua o Conselho de Turismo da Confederação, que luta pela dispensa de vistos para países estratégicos como forma de fomentar a atividade e facilitar a vida das pessoas.

Seja para consumir, trabalhar, se cuidar, seja para passear, é perceptível a atuação estratégica do comércio naquilo que afeta a sociedade ou, melhor dizendo, no que interessa a todos nós.

Acesse abaixo a edição de abril e boa leitura!

Download

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.