General Mourão visita a CNC

AddToAny buttons

Compartilhe
O vice-presidente eleito da República, general Antônio Hamilton Mourão e o presidente da CNC, José Roberto Tadros
Crédito
Edgar Marra

O presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros, recebeu na CNC/DF, em 22 de novembro, o vice-presidente eleito da República, general Antônio Hamilton Martins Mourão, que veio à entidade a fim de alinhar as necessidades da iniciativa privada à agenda de governança do Planalto e participar da última reunião de 2018 da Câmara Brasileira de Materiais de Construção (CBMC).

A visita se deu com foco na discussão de questões pontuais, necessárias para os empresários do comércio de bens, serviços e turismo, com o novo governo - como simplificação tributária, incentivo econômico, segurança jurídica, entre outros -, para fortalecer o setor, de forma que possa gerar emprego e renda. “O diálogo faz parte do processo democrático e principalmente quando as ideias do novo governo estão em consonância com a livre empresa”, disse o presidente da Confederação.

Tadros ressaltou a importância da interação permanente com o governo eleito, sobretudo quanto às necessárias reformas tributária e da Previdência. “Estamos em um momento em que se clamam, prioritariamente, reformas; e esse governo tem acenado aquelas indispensáveis e inadiáveis”, afirmou.

Já Hamilton Mourão declarou que o governo pretende apoiar o comércio de bens, serviços e turismo, para que o setor volte a crescer e a contribuir, ainda mais, para a economia do País. “O setor de serviços é o que mais colabora com o PIB. Nosso futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, tem essa visão muito clara: menores tributos e diminuição de estruturas públicas para que nos permita ter um país menos burocrático e mais eficiente”, explicou.

Em análise positiva sobre a visita do vice-presidente eleito à sede da Confederação, Roberto Tadros entendeu tratar-se de um reconhecimento que o general Mourão manifesta pelo Sistema Comércio. “Entendo que sua presença demonstra apreço à nossa Casa”, enfatizou.

Após a reunião, o presidente da CNC partiu ao Palácio da Alvorada para almoço com o presidente da República, Michel Temer, e o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade.