José Roberto Tadros é recebido pelos alunos no Sesc Cidadania, em Goiânia

Compartilhe
15 A 16 mai 19
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Tadros participou de uma aula com os alunos do Sesc. "Estamos preparando nossos jovens para o futuro produtivo do País", disse.
Tadros participou de uma aula com os alunos do Sesc. "Estamos preparando nossos jovens para o futuro produtivo do País", disse.
Crédito
Silvio Simões

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, visitou hoje, 8 de maio, o laboratório do Sesc Cidadania, em Goiânia, ao lado do vice-presidente da Confederação, Luiz Gastão Bittencourt da Silva, da Secretária Geral da entidade, Simone Guimarães, e do presidente da Fecomércio-GO, entre outros. Marcelo Baiocchi e do Diretor Sesc e Senac GO, Leopoldo Veiga.
Tadros participou de uma aula com os alunos do Sesc. "Estamos preparando nossos jovens para o futuro produtivo do País", disse.

Defesa 

Antes da visita, Tadros destacou, em coletiva de imprensa, que a CNC está aberta ao diálogo com o governo federal sobre a possibilidade de cortes no Sistema S.

"Precisamos defender o Sistema S que presta relevantes serviços à sociedade. Os cortes vão gerar a perda de uma gama de serviços gratuitos, oferecidos pelo Sesc e pelo Senac aos trabalhador do comércio, e ficará um vazio que ninguém terá condição de preencher”, declarou José Roberto Tadros, reforçando a importância de resguardar, por exemplo, o emprego de 110 mil funcionários do Sistema do Comércio. "É um dinheiro muito bem investido e muito bem fiscalizado. Se o corte de 40% for consolidado, esse mesmo número dos colaboradores serão cortados e 40% das nossas escolas serão fechadas", explicou Tadros.

Convencimento

O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-GO, Marcelo Baiocchi, disse que a entidade que comanda está ao lado da CNC no trabalho de convencimento, principalmente junto a legisladores na Câmara e no Senado, para um maior entendimento do que é o Sistema S, hoje ameaçado de corte de repasses em discursos de membros da equipe econômica do governo federal.

“Há um desconhecimento dos serviços prestados e onde os recursos são aplicados”, disse. “Temos nos empenhado na demonstração do tamanho do Sistema e no que temos entregado de serviços”, disse. Baiocchi sinalizou que a visita do presidente da CNC a Goiás é muito importante. “Politicamente, é uma demonstração de que nós precisamos estar unidos para defender o nosso Sistema”, completou.

Marcelo lembrou que José Roberto Tadros tem percorrido o Brasil, debatendo a importância do Sistema S para a formação de mão de obra e para o apoio àqueles que trabalham na área do comércio. “É uma honra receber nosso líder maior no Brasil da área do comércio”, saudou.

Equilíbrio

Ainda no dia 8 de maio, e o lado do Diretor Superintendente do Sebrae-GO, Leonardo Guerra, o presidente Tadros falou para uma plateia de colaboradores do Sebrae sobre a possibilidade de corte no chamado sistema S, afirmando que “ trará colapso e atingirá os que mais precisam de ajuda”. Disse também que o Sebrae contribui e traz equilíbrio ao mercado. “Não podemos aceitar viver em um País que vê com maus olhos empresários que geram riqueza e lucro, isso precisa ser reconhecido como positivo pois gera empregos”, declarou o presidente da CNC.

SESC

Compartilhe

Sesc

Compartilhe

Fecomércio

Compartilhe

Educação

Compartilhe

Sistema S

Compartilhe