CNC Notícias 230

AddToAny buttons

Compartilhe
30 abr A 01 mai 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Crédito
Gecom

Histórias paralelas

A edição 230 da revista CNC Notícias tem um tom de celebração. Algo muito bem-vindo nestes tempos difíceis, até para nos lembrarmos de que muitas coisas são transitórias, inclusive uma pandemia, mas outras permanecem e deixam um legado de inspiração e realizações.

O Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) fez 65 anos em 10 de agosto. A história desse órgão da Confederação se confunde com a própria evolução do turismo brasileiro, como mostra a reportagem de capa deste mês de agosto.

É a trajetória de um agente indutor do desenvolvimento em um setor econômico com enorme potencial de crescimento, intensivo em mão de obra e que tem no Brasil um país vocacionado para bem receber os turistas, sejam eles internos, sejam eles externos.

No cenário de crise como a que estamos vivendo, a atuação do Cetur faz ainda mais diferença. Afinal, ao ter em sua base as principais associações empresariais do turismo brasileiro e trabalhar de forma integrada com as representações regionais das Federações do Comércio em todo o País, o Conselho da CNC está na linha de frente pelas demandas e propostas daquele que é o setor mais atingido pela crise, por conta das medidas de distanciamento social, adotadas na prevenção do novo coronavírus.

O presidente José Roberto Tadros tem destacado a importância do trabalho do Cetur na busca de caminhos que superem o drama do fechamento de empresas e a dispensa de trabalhadores.

As perdas do turismo, no período da pandemia até julho, chegaram a R$ 153 bilhões, pelas estimativas da CNC. A rede hoteleira nacional, a exemplo das companhias aéreas, precisa de socorro emergencial. Os hotéis, as agências de viagem e os demais negócios do segmento têm urgência por uma linha de crédito compatível com o cenário de calamidade da crise.

Nestas horas, mais do que nunca, a história mostra a importância de contar com instituições tão estreitamente associadas à defesa e ao desenvolvimento do turismo, como é o caso da CNC e seu Conselho de Turismo.

Boa leitura!