Implementação de Política Nacional de Resíduos Sólidos é tema de debate

AddToAny buttons

Compartilhe
28 A 29 ago 19
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Implementação de Política Nacional de Resíduos Sólidos é tema de debate
Implementação de Política Nacional de Resíduos Sólidos é tema de debate
Crédito
Carlos Terra

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços debate na quinta-feira (29) a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). 

Peixoto destaca que a política esbarra em problemas na implementação de suas normas, em virtude de dificuldades variadas, tais como baixa priorização da questão pelos governos de todas as esferas, baixos investimentos públicos em gestão e gerenciamento de resíduos, carência de fomento e outros incentivos aos setores que participam da cadeia de gerenciamento de resíduos, carência de recursos financeiros, humanos e tecnológicos.

"A baixa implementação da PNRS tem implicado na perpetuação de elevados níveis de poluição ambientais, especialmente do solo e dos recursos hídricos, na formação de condições para instalação e proliferação de doenças, na permanência de problemas sociais graves", acrescenta o parlamentar.

Foram convidados:

- o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles;

- o presidente da Confederação Nacional de Municípios, Glademir Aroldi;

- o presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette;

- o presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana, Márcio Mateus;

- o diretor Presidente da Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, Carlos Roberto Vieira da Silva Filho;

- o diretor de Relações Internacionais da Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente, Roberto Carlos Batista;

- o presidente da Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis, Roberto Laureano da Rocha.

A reunião será realizada às 9h30, no plenário 5.

 

 

Fonte Agência Câmara