Fecomércio-MT sedia workshop sobre ferrovia que avançará por Mato Grosso

AddToAny buttons

Compartilhe
16 A 17 dez 19
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Renovação da concessão da ferrovia Malha Paulista pela Rumo Logística possibilitará aumento de investimentos
Renovação da concessão da ferrovia Malha Paulista pela Rumo Logística possibilitará aumento de investimentos
Crédito
Divulgação

16/12/2019

A renovação da concessão da ferrovia Malha Paulista pela Rumo Logística, companhia responsável pelo escoamento de produtos de Rondonópolis (MT) até o Porto de Santos (SP), até 2058, possibilitará o aumento de seus investimentos e a futura expansão dos seus trabalhos até a região médio-norte de Mato Grosso, por meio da Malha Norte.  

A afirmação foi feita pela própria Rumo Logística, durante o Workshop Comercial realizado na Fecomércio-MT pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec-MT), e que contou com a participação dos setores produtivos do estado.

O vice-presidente da Fecomércio-MT, Manoel Procópio, destacou a importância na realização do evento, que atende as reivindicações dos setores produtivos do estado. “Cada um tem fundamental importância na economia do estado. E a implantação dessa ferrovia era um sonho de nós mato-grossenses. Foram realizadas diversas reuniões para mostrar o interesse dos setores produtivos por este modal de transporte, principalmente na capital do estado.”

Expansão da Malha Norte

O evento foi mediado pelo secretário-adjunto da Sedec-MT, Walter Valverde, que buscou estreitar a relação entre as entidades representantes dos setores produtivos e a operadora do serviço ferroviário no estado. “A ferrovia tem a grande importância, com fatores positivos não comumente mensurados, como uma melhor qualidade de vida do motorista rodoviário, diminuição de acidentes e de roubos, qualidade na mercadoria, além do barateamento do frete”.

A expansão da Malha Norte, que deve sair do terminal ferroviário de Rondonópolis e atravessar Mato Grosso até a cidade de Lucas do Rio Verde, com a implantação de um terminal em Cuiabá, tem previsão de investimento de R$ 6 bilhões. As duas malhas (Paulista e Norte) formam o mais importante corredor logístico-ferroviário do Brasil.

Já o presidente do Fórum Pró-Ferrovia, Francisco Vuolo, reforçou a renovação da Malha Paulista, pois é através dela que Mato Grosso irá receber os investimentos para a expansão da ferrovia até a região médio-norte do estado. “Isso irá representar muito em termos de logística, com o barateamento do frete, além de potencializar as áreas por onde ela passará. Sem dúvida, tudo isso terá como principal beneficiado o consumidor final”.