Fecomércio-PA participa da assinatura de protocolo de intenções para construção da Ferrovia Pará

AddToAny buttons

Compartilhe
21 A 22 nov 19
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Lideranças dos setores produtivos participam da assinatura do protocolo de intenções para implantação do projeto Ferrovia Pará
Lideranças dos setores produtivos participam da assinatura do protocolo de intenções para implantação do projeto Ferrovia Pará
Crédito
Divulgação

21/11/2019

O presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac do Pará, Sebastião Campos, participou, em 12 de novembro, em Brasília (DF), da comitiva de lideranças dos setores produtivos para a solenidade de assinatura do protocolo de intenções para estudos de viabilidade econômica de implantação e exploração do projeto Ferrovia Pará. A assinatura foi firmada pelo governador do Pará, Helder Barbalho e pela empresa China Communication Construction Company (CCCC).

De acordo com o Governo do Estado do Pará, a cooperação firmada é estimada em R$ 7 bilhões. A Ferrovia Pará pretende ligar o Porto de Vila do Conde, em Barcarena, aos municípios do sudeste do Pará, como Marabá e Parauapebas e, de lá, até Açailândia, no Maranhão, por meio da Ferrovia Norte-Sul.

Para o governador Helder Barbalho, a assinatura representa um dos mais importantes projetos de infraestrutura e desenvolvimento do Norte do Brasil. "Com esses investimentos, desenvolveremos a logística e competitividade do Estado, agregação de valor, geração de emprego e renda, promovendo o desenvolvimento da região", destacou o Barbalho.

Sebastião Campos ressaltou a importância da Ferrovia Pará para o escoamento da produção do Estado e para tornar os produtos regionais mais competitivos. A previsão é que as obras iniciem em 2021. A assinatura do protocolo de intenções contou com a participação da bancada paraense no Congresso Nacional, além de autoridades paraenses, Secretários de Estado, além dos dirigentes e representantes do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac do Pará, da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), do Sebrae Pará, entre outros.