Fluminenses devem poupar valores vinculados ao 13º salário

AddToAny buttons

Compartilhe
22 A 23 nov 19
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Cerca de 6,2 milhões de pessoas com 18 anos ou mais vão receber o benefício em 2019 no estado do Rio de Janeiro
Cerca de 6,2 milhões de pessoas com 18 anos ou mais vão receber o benefício em 2019 no estado do Rio de Janeiro

22/11/2019

Estudo do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec-RJ) mostrou que 49% dos fluminenses, ou seja, 6,2 milhões pessoas em todo o estado do Rio de Janeiro, receberão o pagamento do décimo terceiro salário.  

O levantamento do IFec-RJ também mostrou que os principais destinos para o décimo terceiro salário do trabalhador fluminense serão: poupar (43,7%); comprar presentes de Natal (31,4%), quitar ou abater dívidas contraídas durante o ano (29%); e comprar produtos para ceia de Natal (26,1%). Entre os que irão poupar, em média, a parcela do salário extra destinado a reserva será de 37%.  

Para outros 22,4% dos pesquisados, o dinheiro extra será destinado para as despesas do início do ano (IPTU, IPVA, Matrícula e Material Escolar, entre outros). Alguns trabalhadores ainda pretendem gastar com viagem (18,4%) e reforma da casa (13,1%).   

Entre os que pretendem quitar ou abater dívidas contraídas durante o ano (29%), o cartão de crédito (69%) aparece com o maior percentual entres os pesquisados do estado do Rio de Janeiro, seguido pelos carnês (16,9%); financiamentos (15,5%) e empréstimo pessoal (15,5%). 

Grande parte dos consumidores fluminenses irá receber a segunda parcela do décimo terceiro salário, ou o décimo terceiro salário integral no mês de dezembro. 

O pagamento do décimo terceiro salário pode ser efetuado em duas parcelas, a primeira com data limite no dia 30 de novembro e a segunda no dia 20 de dezembro. Recebe o benefício o trabalhador com carteira assinada, aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O valor a ser pago corresponde a 1/12 do salário do trabalhador multiplicado pelo número de meses trabalhados no ano e o cálculo é feito a partir de 15 dias de serviço prestado.  

A sondagem ocorreu entre os dias 05 e 10 de novembro e contou com a participação de 500 consumidores em todo o estado do Rio de Janeiro.