Live do Sesc-DF vai apresentar atividades e benefícios do Grupo dos Mais Vividos

AddToAny buttons

Compartilhe
25 A 26 dez 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
As atividades virtuais do Grupo dos Mais Vividos retornarão a partir do dia 1º de março
As atividades virtuais do Grupo dos Mais Vividos retornarão a partir do dia 1º de março
Crédito
Sesc-DF

Promover qualidade de vida e estimular a autonomia, o protagonismo e o empoderamento da pessoa idosa por meio de atividades socioeducativas e lúdicas é o objetivo do Grupo dos Mais Vividos (GMV) do Sesc-DF. O grupo, voltado para pessoas com mais de 60 anos, surgiu no Distrito Federal em 2003 e conta hoje com 1,5 mil participantes ativos. E, para convidar novos integrantes e mostrar todos os benefícios do GMV, a área de assistência da instituição realizará live no dia 25 de fevereiro, às 17h, no Youtube do Sesc-DF. Serão apresentados os trabalhos desenvolvidos e o leque de oficinas oferecidas, além de explicações sobre a taxa anual para participar, de R$ 90, que pode ser dividida em até cinco vezes. 

As unidades do Sesc que contam com o grupo são: 504 Sul, 913 Sul, Ceilândia, Gama, Guará, Taguatinga Norte e Taguatinga Sul. Entretanto, neste momento de pandemia, todas as atividades estão ocorrendo de forma on-line. A coordenadora de Assistência do Sesc-DF, Adriana Costa, fala sobre o que será apresentado. "A nossa proposta com a live é alinhar o trabalho que já é desenvolvido nas sete unidades e convidar outros idosos a participar. Queremos mostrar o impacto positivo que traz à vida deles e todos os benefícios por meio da socialização e da estimulação cognitiva. Vamos ainda esclarecer dúvidas e explicar como participar", detalhou.

As atividades virtuais do Grupo dos Mais Vividos retornarão a partir do dia 1º de março. Entre as oficinas oferecidas estão: teatro, expressão corporal, artesanato, estimulação cognitiva e o Sesc Envelhecer (com ênfase nos eixos cidadania, educação e atualidades, saúde do idoso e arte e cultura).