Selo Sesc antecipa singles de Nana Caymmi no Sesc Digital

AddToAny buttons

Compartilhe
01 A 02 jul 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
O álbum Nana, Tom, Vinicius, lançado pelo Selo Sesc, traz a voz de Nana interpretando canções da dupla Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes.
Crédito
Sesc-SP

Já estão no ar, no Sesc Digital, Eu Sei que Vou te Amar, faixa de abertura do disco Nana, Tom, Vinicius, que traz orquestra e Dori Caymmi na direção musical, regência e arranjos, e a canção Samba-Oração, do terceiro álbum solo de inéditas Olorum, que Mateus Aleluia lança aos 76 anos de idade. Ambas também estão disponíveis nos demais players de streaming.

Nana, Tom, Vinicius com Nana Caymmi

Após 25 anos da morte de Tom Jobim e 40 sem Vinicius de Moraes, Nana Caymmi reúne-se com a família novamente para prestar tributo especial aos compositores. O disco também marca o retorno da cantora aos estúdios para gravar projetos solo depois de 10 anos.

Com direção artística, violão e arranjos de Dori Caymmi, o álbum Nana, Tom, Vinicius, lançado pelo Selo Sesc, traz a voz de Nana interpretando canções da dupla Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, uma das mais famosas parcerias musicais de todos os tempos. Ouça ‘Eu sei que vou te amar’ por aqui.

Gravado em abril de 2019, no Estúdio Cia. dos Técnicos, o álbum completo chega primeiro ao Sesc Digital, no dia 10 de julho, e às plataformas de streaming, no dia 15. Ao todo são 12 faixas, com Nana Caymmi (coro/voz), Jorge Helder (baixo), Jurim Moreira (bateria), Bre Rosário (percussão), Itamar Assiere (piano) e Dori Caymmi (violão). Para concretizar e celebrar a obra, o álbum conta com as cordas gravadas pela Orquestra de São Petersburgo na Rússia.

A versão física do disco ainda não tem previsão para lançamento, em decorrência da pandemia de covid-19.