Sistema Fecomércio-Sesc-Senac-PR mobilizado no combate à dengue

AddToAny buttons

Compartilhe
22 A 23 jan 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Coordenadora de Vigilância Ambiental, Ivana Belmonte, e secretário da Saúde, Beto Preto, explicaram a campanha
Coordenadora de Vigilância Ambiental, Ivana Belmonte, e secretário da Saúde, Beto Preto, explicaram a campanha
Crédito
Murilo Ribas

22/01/2020

O Sistema Fecomércio-Sesc-Senac-PR está mobilizado em todo o Estado para as ações de combate à dengue. O País e o Paraná estão na iminência de uma epidemia pior do que a registrada em 2015/2016. Dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) mostram que já são mais de 7.600 casos confirmados de dengue no Paraná, em janeiro. No mesmo período, em 2018, eram cerca de 154 casos confirmados, o que representa um incremento de mais de 4.846%.

O alerta foi feito pelo secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, e pela coordenadora de Vigilância Ambiental da Sesa, Ivana Belmonte, durante palestra realizada na manhã de terça-feira (21), no auditório da Administração Regional do Senac. O evento foi transmitido ao vivo para 60 unidades do Sesc e do Senac no Estado e também disponibilizado nas redes sociais das instituições.

O objetivo foi alertar alunos, colaboradores, instrutores e clientes do Sesc para as formas de evitar a disseminação da doença, causada pelo mosquito Aedes aegypti, buscando minimizar os casos da enfermidade no Paraná. Estima-se que a palestra tenha sido acompanhada por aproximadamente 10 mil pessoas em todo o Estado.

O Sistema Fecomércio-Sesc-Senac-PR está alinhado às estratégias da Secretaria Estadual de Saúde do Paraná para reduzir os casos de dengue. Além da palestra, as instituições estão realizando a divulgação de fôlderes aos frequentadores de suas unidades e à população, pois a melhor forma de combater a doença, com efetividade, é utilizar a importante arma da informação. Também estão promovendo ações internas de mobilização dos colaboradores, e o Senac fará a capacitação dos alunos do curso Técnico em Enfermagem para que atuem no combate à epidemia, em ações com os demais alunos, funcionários e munícipes.

Segundo o secretário, um dos motivos do novo surto de dengue é a mudança do vírus circulante. “Por muito tempo nosso estado sofria com a dengue clássica, do tipo 1. Neste ano verificamos que a maioria dos casos confirmados é do sorotipo 2, para o qual o sistema imunológico dos paranaenses não está preparado”, informou Beto Preto.

“Por isso estamos utilizando esse importante canal de informações, que é o Sistema Fecomércio-Sesc-Senac, que tem alta capilaridade no Estado. Precisamos levar essas informações para toda a população e, com essa palestra de hoje, pudemos entrar em contato com tantos alunos, muitos deles futuros profissionais da saúde que terão contato com esses casos e têm um importante papel de orientar a população, além de clientes do Sesc, colaboradores das instituições e demais membros da sociedade”, reiterou o secretário.