Sistema S lança, no Acre, campanha Salvando Vidas

AddToAny buttons

Compartilhe
21 A 22 mai 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
A ideia é arrecadar para aparelhar 10 leitos de UTIs no Hospital Santa Juliana, entidade filantrópica pertencente às obras sociais da Diocese de Rio Branco-AC.
Crédito
Fecomércio-AC

Preocupados com um possível colapso no sistema de saúde do Estado por conta da pandemia de covid-19, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomércio-AC), a Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac) e a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Acre (Faeac), lançaram na quarta-feira, 20/05, a Campanha Salvando Vidas. A ação conta ainda com o apoio do Governo do Estado e visa sensibilizar empresários e a sociedade acreana. 

A ideia é arrecadar para aparelhar 10 leitos de UTIs no Hospital Santa Juliana, entidade filantrópica pertencente às obras sociais da Diocese de Rio Branco. O presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, Leandro Domingos, afirmou durante o lançamento que todos estão muito sensibilizados.  

“Os Estados brasileiros e notadamente o Acre têm muita dificuldade para atender a grande demanda de pessoas acometidas pela doença. Por isso, rogamos para que todos participem desse movimento e contribuam conosco”, disse Leandro Domingos, presidente do Sistema Fecómercio-Sesc-Senac AC”, disse Leandro. 

O presidente da Fieac, José Adriano Ribeiro, explicou que há a preocupação dos empresários em planejara reabertura dos negócios, mas que o momento é de demonstrar, através de suas representações, a preocupação com a pandemia. “Estamos também preocupados em ampliar as condições de recebimento e tratamento à população do Acre e, a partir de agora, nosso compromisso é arrecadar de fundos para gente conseguir montar estes leitos”. 

O padre Jairo Coelho, aproveitou a oportunidade para agradecer a iniciativa. “Nossa principal dificuldade hoje é principalmente na contratação de profissionais médicos. Fazemos aqui esse apelo aos profissionais da saúde para que eles possam nos ajudar a prestar esse serviço nesta UTI, que será para atendimento exclusivo de pacientes convite o novo coronavírus”, finalizou.