Comércio gaúcho já recolheu mais de 80 toneladas de lâmpadas em desuso

AddToAny buttons

Compartilhe
23 A 24 jul 19
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Foram instalados pontos de coleta em estabelecimentos comerciais de todo o estado
Foram instalados pontos de coleta em estabelecimentos comerciais de todo o estado
Crédito
Divulgação

O comércio do Rio Grande do Sul já recolheu 81.262 quilos de lâmpadas fluorescentes inservíveis desde que a Resolução do Conselho Estadual do Meio Ambiente – Consema (nº 333/2016), que dispõe sobre o descarte e destinação final destes resíduos, foi aprovada. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305), da qual a Logística Reversa faz parte, tem estimulado o poder público e os empresários de diversos setores a debaterem como dar a destinação correta a itens que, após o seu uso, podem vir a causar danos ao meio ambiente.

Com a finalidade de realizar a coleta, transporte, destinação correta e a descontaminação das lâmpadas fluorescentes em desuso, foram instalados pontos de coleta desse resíduo em estabelecimentos comerciais de todo o estado. A Fecomércio-RS, como representante do setor terciário gaúcho, tem reforçado cada vez mais a responsabilidade empresarial no desenvolvimento sustentável do RS e, a partir de um trabalho conjunto com sindicatos empresariais filiados e empresários do comércio, já instalou 257 pontos de coleta em todo o RS.

Como participar?

Para participar do programa e receber as lâmpadas, os estabelecimentos comerciais devem aderir ao sistema por meio de um Termo de Parceria com a Reciclus, que fornece o coletor e faz todo o processo de coleta e destinação, sem custo algum. Os comerciantes gaúchos interessados em aderir à Logística Reversa de Lâmpadas Fluorescentes ou obter mais informações sobre como cumprir a legislação podem entrar em contato com o Comitê de Sustentabilidade da Fecomércio-RS, com Daniela Castanheiro, pelo e-mail comitesustentabilidade@fecomercio-rs.org.br.

Fonte: Fecomércio-RS