Artigo do presidente: É tempo de rever o sistema tributário

AddToAny buttons

Compartilhe
17 A 18 jul 19
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Para o presidente da CNC, o País já perdeu tempo demais com falsos dilemas e impasses cíclicos
Para o presidente da CNC, o País já perdeu tempo demais com falsos dilemas e impasses cíclicos
Crédito
CNC

Em artigo publicado hoje no jornal Zero Hora, de Porto Alegre, o presidente da CNC, José Roberto Tadros, defende que a reforma da Previdência não seja um fato isolado, mas que venha seguida por outras medidas “que liberem as forças produtivas e eliminem gargalos históricos que ajudam a explicar porque um país com o potencial do Brasil simplesmente patina em termos de crescimento e desenvolvimento econômico”. Para o presidente da CNC, uma questão inadiável é a revisão do sistema tributário, uma das amarras mais intrincadas e inibidoras da atuação das empresas brasileiras, conforme sua avaliação.

“Complexo, ineficiente, injusto e aberto a todo tipo de sonegação, fraude e corrupção, esse sistema precisa estar no topo das prioridades a serem tratadas pelo governo e pelo Congresso Nacional”, afirma Tadros. Para o presidente da CNC, o País já perdeu tempo demais com falsos dilemas e impasses cíclicos. “Precisamos avançar com base nos consensos que já temos, e um dos mais consolidados é justamente a necessidade de contarmos com um sistema tributário racional, justo, que reduza drasticamente a carga de impostos para o nível de nossos concorrentes externos, além de simplificar a burocracia fiscal”, defende Tadros.