CNC participa do lançamento do Plano Nacional de Retomada do Turismo

AddToAny buttons

Compartilhe
11 A 12 nov 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e o presidente Jair Bolsonaro, na cerimônia de lançamento da Retomada do Turismo no Palácio do Planalto.
Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e o presidente Jair Bolsonaro, na cerimônia de lançamento da Retomada do Turismo no Palácio do Planalto.
Crédito
Roberto Castro_Mtur

O governo federal lançou, em 10 de novembro, o Plano Nacional de Retomada do Turismo, um pacote de medidas que busca acelerar a recuperação do setor e reduzir o impacto da covid-19 com a paralisação das atividades turísticas. "Esse evento marca a consolidação de uma grande aliança em favor da retomada do Turismo brasileiro", afirmou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, durante a cerimônia no Palácio do Planalto.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, ao citar os impactos da pandemia no setor, destacou o empenho do governo federal em socorrer a cadeia produtiva. “Eu fico preocupado com os empreendedores do turismo, da forma que eles lutam para sobreviver e tocar seus negócios”, afirmou Bolsonaro. “A economia é vital. Quando se destrói um setor todos sofrem. Temos que buscar mudanças”, completou o presidente.

O Diretor da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), responsável pelo Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur/CNC), Alexandre Sampaio, participou do evento. Ele falou de como as medidas provisórias como a MP. 936, que permitiu a flexibilização da jornada de trabalho e suspensão temporária do contrato de trabalho, e a MP.948, que estabeleceu regras para cancelamento e remarcação de reservas no turismo e na cultura, entre outras, foram essenciais para a manutenção das empresas.

"As medidas que o Ministério do Turismo (MTur) tomou até agora por conta da pandemia são extremamente válidas, todas foram aproveitadas pela iniciativa privada de maneira muito positiva. Esperamos que nesta fase de retomada, que para alguns é de sobrevivência, esse processo de volta do consumo – com as medidas de segurança sendo seguidas pelos estabelecimentos -, propicie a recuperação das empresas, recuperando empregos, dando estabilidade e permitindo que o turismo interno volte ao patamar que estava antes do surto de covid-19", afirmou Sampaio, que preside a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), uma das 32 entidades nacionais ligadas à cadeia produtiva do turismo que apoiam o plano de retomada. Dentro deste planejamento, cada instituição possui uma atribuição voltada para o retorno das atividades turísticas no País, apoiando, por exemplo, a promoção das campanhas lançadas pelo governo federal ou a implementação dos protocolos de biossegunrança.

Diretor da CNC, que preside a FBHA, participou da cerimônia de lançamento do Plano de Retomada    ​
Diretor da CNC, que preside a FBHA, participou da cerimônia de lançamento do Plano de Retomada

Durante a cerimônia, o ministro Marcelo Álvaro Antônio assinou portaria ministerial que institui os eixos de atuação e os parâmetros para o desenvolvimento de programas, projetos e ações para a Retomada do Turismo.

Retomada do Turismo

A iniciativa reúne um conjunto de programas, projetos e ações que buscam resultados efetivos até 31 de julho de 2021. As ações são organizadas em quatro eixos: preservação de empresas e empregos no setor de turismo; melhoria da estrutura e da qualificação de destinos; implantação dos protocolos de biossegurança; e promoção e incentivo às viagens.

As iniciativas serão compartilhadas entre setores público e privado, terceiro setor e Sistema S. Entre as atividades desenvolvidas pelos órgãos públicos, entidades do terceiro setor e Sistema S, estão o incentivo à adoção do selo Turismo Responsável e aos demais protocolos de biossegurança contra a covid-19 pelos prestadores de serviços turísticos, turistas e comunidades receptoras, bem como a difusão de informações sobre linhas de crédito disponíveis, por meio do Fundo Geral do Turismo (Fungetur).

Para promover a Retomada do Turismo, a campanha “Viaje com responsabilidade e redescubra o Brasil” começa a ser veiculada em todo o País e conta com uma série de vídeos voltada à promoção dos destinos turísticos brasileiros. Serão veiculados materiais específicos de cada estado do Brasil, além do Distrito Federal.

“Nós podemos afirmar que o turismo brasileiro está preparado para recebê-lo. Procure os estabelecimentos que têm o selo do Turismo Responsável, são mais de 23 mil estabelecimentos em todo o Brasil, obedecendo todos os protocolos de biossegurança”, afirmou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, durante o lançamento do programa.