6 February, 2018

Mobilização pela reforma da Previdência

Proposta de participação da CNC na mobilização pela Reforma da Previdência

Crédito: Ascom CNC

Proposta de participação da CNC na mobilização pela Reforma da Previdência

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo hipoteca sua total solidariedade à campanha desenvolvida pelo Governo Michel Temer em favor da imperiosa e urgente aprovação da reforma da Previdência Social. 

A sociedade brasileira segue de perto os desmembramentos da atual crise política, econômica e social que vem comprometendo seriamente o bem-estar da população, com destaque para o desequilíbrio das contas fiscais da União, dos Estados e Municípios, em cuja base se situa o pesado e incontrolável déficit da Previdência Social, tanto no setor público (RPPS) como no setor privado (INSS). 

Defendida pela CNC e pelo empresariado do comércio de bens, serviços e turismo, a reforma da Previdência é indispensável para um Brasil mais equilibrado em suas contas públicas e adaptado à realidade atual. Com a expectativa de vida das pessoas aumentando, o modelo atual está em franco conflito com a dinâmica demográfica, que apresenta uma expansão do número de idosos mais rápida do que a dos trabalhadores na ativa.

Para a CNC, a votação no Congresso Nacional da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 287/2016, que trata do assunto, requer responsabilidade e visão de futuro, sob pena de fortalecer a perspectiva de insustentabilidade do sistema previdenciário. E isso deve ser uma preocupação de todos – o futuro do País deve ser uma preocupação de todos.

A reforma da Previdência exige um grau de articulação eficiente entre o Congresso Nacional e a sociedade. Nesse sentido, a CNC se posiciona, de forma participativa, a favor das ações que beneficiem o Brasil e sua população.

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.