14 August, 2018

CNC revisa de -1,3% para -0,5% projeção de vendas de serviços em 2018

CNC revisa de -1,3% para -0,5% projeção de vendas de serviços em 2018

Crédito: Ascom CNC

CNC revisa de -1,3% para -0,5% projeção de vendas de serviços em 2018

Mesmo com a alta de 6,6% registrada em junho pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a baixíssima base comparativa do setor de serviços em maio – quando as receitas tiveram recuo inédito de 5,0% – não deve mascarar a fraqueza da recuperação do segmento, muito menos servir de referência para uma tendência de recuperação que ainda não se pode detectar. 

Para a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), dentre as atividades que compõem o setor produtivo, os serviços seguem como as que ainda apresentam maiores dificuldades em se recuperar da recessão.  A expressiva taxa de aumento em junho foi um avanço pontual, decorrente da fraca base comparativa, levando a entidade a reduzir de 1-3% para -0,5% a expectativa quanto ao comportamento do setor em 2018. Contribuem para esse cenário a menor previsibilidade decorrente das indefinições do quadro político e seus reflexos sobre a volatilidade cambial e os investimentos. 

“Além do fraco nível geral de atividade econômica interna, a carência de investimentos ainda se coloca como um obstáculo à recuperação das atividades contempladas na PMS, uma vez que a maior parte das receitas geradas tem origem na prestação de serviços entre as empresas”, explica Fabio Bentes, economista-chefe da CNC. Acesse abaixo a análise completa.

Download

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.