2 September, 2015

Dilma Rousseff se diz orgulhosa com vitória brasileira na WorldSkills

Crédito: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidente Dilma Roussef e a delegação brasileira na WorldSkills

Adicionar aos meus Itens 

A presidente Dilma Rousseff recebeu, em 2 de setembro, no Palácio do Planalto, os 56 estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) que integraram a delegação nacional na 43ª edição da WorldSkills, a maior competição de educação profissional e tecnológica do mundo. O Brasil foi campeão do torneio pela primeira vez.

O País foi o vencedor tanto em pontos quanto em número de medalhas, terminando à frente de dois tradicionais ganhadores do torneio, a Coreia do Sul e Taiwan. Na competição, realizada no Anhembi Parque, em São Paulo, o Brasil conquistou 11 medalhas de ouro, dez de prata e seis de bronze, além de 18 Certificados de Excelência.

Do Senac, participaram os competidores Andeson de Almeida, de Salvador, na categoria Serviço de Restaurante, e Ricardo Dornelles, de Porto Alegre, na modalidade Cozinha. Ambos contribuíram para a vitória ganhando duas medalhas de bronze.

Dilma disse estar orgulhosa com a vitória, afirmando que “esses jovens são exemplo para o Brasil”. Ela destacou a importância do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no resultado. Disse que, das 27 medalhas, 25 tiveram a participação de estudantes do Programa, incluídos os 11 que levaram medalha de ouro. A presidente destacou que o sucesso na execução do Pronatec se deve à parceria com as entidades privadas do chamado Sistema S (Senac, Sesc, Senai, Sesi, etc).

“Um País como o Brasil, que tem o desafio de entrar no novo ciclo de crescimento, precisa muito de educação, da creche à pós-graduação, e precisa, sobretudo, de educação técnica – tanto de nível médio quanto profissionalizante”, afirmou.

Estavam presentes à solenidade dirigentes e representantes de instituições do Sistema S, professores e orientadores, que acompanharam a equipe brasileira na competição.

A WorldSkills, realizada a cada dois anos, reúne os melhores estudantes de educação profissional no mundo. A edição de São Paulo, a primeira na América Latina, teve a participação de 59 países e 1.189 competidores com até 22 anos, que disputaram medalhas em 50 ocupações da indústria, comércio, serviços transporte e logística.

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.