28 August, 2014

Workshop para negociações é realizado na CNC

Mestre em Gestão Empresarial, Carvalhal propõe exercícios práticos

Crédito: Paulo Rodrigues

Eugênio do Carvalhal ensina técnicas de negociação aos representates do Sistema CNC-Sesc-Senac

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) realiza esta semana, em 28 e 29 de agosto, treinamento estratégico para negociações. O objetivo do Workshop para representantes do Sistema CNC-Sesc-Senac é contribuir para a capacitação dos representantes. O evento resulta de trabalho da Assessoria de Gestão das Representações (AGR) da CNC.

Com foco nos aspectos técnicos, as táticas e estratégicas orientadas para o fortalecimento das intervenções nos diversos processos de representação, o evento recebe, hoje e amanhã, palestrantes especialistas na arte da negociação: o professor Eugênio do Carvalhal, mestre em Gestão Empresarial, e a professora Raquel Bahiense, especialista em Comunicação e Redação Empresarial.

“O setor do comércio de bens, serviços e turismo representa, no Brasil, 2,2 milhões de empresas, 16 milhões de empregos diretos e formais e ¼ do PIB brasileiro. A CNC, hoje, conta com mais de 240 representantes em órgãos públicos e privados”, destacou o secretário-geral da Confederação, Eraldo Alves da Cruz.

Ante a grande importância da boa representação em defesa dos interesses do empresariado do setor, a Assessoria de Gestão das Representações planejou o evento. “Pensando em melhorar a atividade do representante, unificar e integrar as ações nessa defesa, realizamos o workshop para capacitação”, disse Cristiano Costa, assessor da AGR.

Pontos-chaves da representação

Entre as características que influenciam positivamente o desempenho de negociadores, as pesquisas no Brasil e no mundo destacam: conhecimento do assunto (informação), planejamento e preparo, comunicação de forma expressiva, integridade, raciocínio claro e rápido e capacidade de escutar o outro.

“O marco número um na negociação é a informação. A partir dela, podemos planejar, interagir, raciocinar”, afirmou Carvalhal.

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.