3 August, 2016

Sesc pretende ampliar a formação de professores

Sesc pretende ampliar a formação de professores brasileiros

Crédito: Felipe Maranhão

Sesc pretende ampliar a formação de professores brasileiros

Adicionar aos meus Itens 

O diretor-geral do Departamento Nacional do Serviço Social do Comércio (Sesc), professor Carlos Artexes, falou no dia 3de agosto sobre o tema O Sesc e a Formação de Professores, dentro do ciclo de palestras Educação em Debate, na Câmara dos Deputados. Promovido pela Comissão de Educação e pela Frente Parlamentar Mista da Educação, o evento contou com a participação dos vice-presidentes da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) deputado Laércio Oliveira e Adelmir Santana.

O presidente da Frente, deputado Alex Canziani (PTB/PR), deu as boas-vindas o palestrante e afirmou que “um programa do Sesc e Senac voltado para a formação de professores seria mais uma grande contribuição do Sistema S para o País”.

Em sua palestra, Artexes apresentou a estrutura organizacional do Sesc e sua atuação em todo o território nacional nas áreas relacionadas à cultura, à educação, à saúde, ao esporte e ao lazer. O diretor-geral concordou com Canziani ao afirmar que “a formação da educação passa pela qualidade dos professores e o Sesc se coloca à disposição para qualquer colaboração com essa perspectiva”.

Segundo o palestrante, o Sesc está elaborado um Plano Nacional de Formação de Professores com desenvolvimento integral em diversas áreas sociais. O projeto, que deverá ser implementado em 2017, contemplará educadores da instituição e da rede pública.

“Nós já promovemos a formação de professores de forma regular, por meio de cursos, oficinas, semanas pedagógicas, congressos, entre outras ações. Em 2015, as formações de educadores das escolas envolveram 2.776 participantes, e a ideia, com o plano nacional, é que isso seja ampliado”, afirmou.

Artexes também mostrou que a maior parte dos professores que trabalham na rede do Sesc tem especialização, enquanto a porcentagem de professores especialistas na educação básica no Brasil é de menos de 10%. “Desde a sua origem, o Sesc compreendeu a educação como um processo fundamental para suas ações finalísticas. É um desenvolvimento que ocorre desde a infância até as idades mais elevadas, e nós atuamos desde a creche até a educação de jovens e adultos, auxiliando naquilo que o Brasil não conseguiu garantir como direito para todos”, concluiu o professor.

O vice-presidente Adelmir Santana, parabenizou o empenho do diretor-geral do Sesc e citou exemplos de atuação educacional e cultural da instituição no Distrito Federal. “Acima de tudo, o Sesc contribui para a formação das pessoas. A sua atuação promove movimentos culturais de imensa intensidade com a presença de centenas de pessoas, em salas de teatro, praças e ruas. Na área de educação formal, nós temos, apenas no DF, 4.500 alunos nas escolas do Sesc, com disputa sem tamanho pelas vagas”, afirmou Santana. Estavam presentes à palestra os deputados Mauro Pereira (PMDB/RS) e Esperidião Amin (PP/SC) e a deputada Creusa Pereira (PSB/PE).

Atuação do Sesc na educação

Criado há 70 anos, o Serviço Social do Comércio é uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, com direção descentralizada e autonomia administrativa nos estados. O Sesc tem 509 unidades e atende 2.200 municípios. Mais de 80% das atividades são gratuitas, subsidiadas pelo governo. Segundo Artexes, um terço da receita líquida da instituição é destinado à educação básica.

Na educação básica regular, atende 65 mil alunos em 200 escolas, com 2.700 professores. Possui ainda 69 unidades do Sesc Ler, criadas especificamente para a educação de jovens e adultos e espalhadas por cidades de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), principalmente no interior da Amazônia e do Nordeste.

Além disso, o Sesc possui uma ampla atuação no campo da educação não formal, com cursos de idiomas, pré-vestibulares, cursos de valorização social para a população de baixa renda, programas de acompanhamento pedagógico, entre outros, com 150 mil matrículas anuais.

 

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.