28 February, 2018

Fecomércio-SE comemora 70 anos

A sede da federação sergipana, em Aracaju

Crédito: Fabio São José

A sede da federação sergipana, em Aracaju: história que alicerça iniciativas voltadas para o futuro

A Fecomércio-SE comemora no dia 28 de fevereiro 70 anos de atividades, com um calendário especial de ações por todo o Estado, para mostrar à população o que desenvolveu desde sua fundação até os dias atuais. 

Uma das iniciativas será o lançamento do livro Comércio em Sergipe: História e Histórias, de autoria da jornalista Mônica Pinto. A obra traz um levantamento histórico e biográfico do comércio sergipano desde seu surgimento e crescimento ao longo do século XX, chegando aos dias atuais. O livro contou com a participação de empresários pioneiros das atividades de comércio e serviços, com histórias narradas pelos protagonistas que viveram os dias de crescimento do comércio sergipano. A produção do livro foi uma ideia do presidente do Sistema Fecomércio, Laércio Oliveira, que destacou a importância da criação de uma memória do desenvolvimento do setor terciário em Sergipe. 

“Hoje temos muitas coisas eternizadas devido ao advento da internet. Tudo o que produzimos vai para a rede e fica fácil de ser encontrado. Mas e nosso passado? Temos belas histórias de como o nosso comércio se desenvolveu, contadas informalmente pelos baluartes da vida empresarial. Então, resolvemos fazer com que isso se torne um conteúdo eternizado, e a melhor maneira para isso é ter um livro que conte nossa grande história, narrado pelos próprios personagens que contribuíram para o desenvolvimento de nosso estado. Para mim, é um motivo de orgulho muito grande poder presidir o sistema nesse momento de muita importância para toda a sociedade de nosso estado. Convocamos uma das melhores profissionais da área de pesquisa histórica para elaborar esse livro e temos uma grande obra que será um divisor de águas na cronologia do comércio em Sergipe”, afirma Laércio Oliveira, presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac de Sergipe.

Realizações

Laércio Oliveira destaca que o Sistema Fecomércio está vivendo um momento de expansão. “Em Sergipe, o Sistema Fecomércio sempre foi uma entidade muito forte, consolidada por meio das ações, principalmente do Sesc e Senac. Agora estamos preparando o futuro do sistema, não apenas com a construção de mais unidades, mas também com o fortalecimento dos nossos programas desenvolvidos para podermos atender melhor a população sergipana, sempre prestando serviços de excelência e primazia, voltados para os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo de Sergipe. Estamos lutando muito para construir novas unidades, para levar nossos trabalhos até os maiores municípios do interior sergipano, para atender melhor todo o povo sergipano”, afirma. 

O Sistema Fecomércio-Sesc-Senac de Sergipe atua em todos os 75 municípios do Estado por meio de suas unidades móveis de saúde e educacionais do Sesc, bem como através das unidades móveis do Senac, que levam cursos profissionalizantes desenvolvidos com excelência para as pessoas de todos os Estados, indo além de suas instalações físicas, sempre seguindo com o objetivo de formar profissionais. O Sistema está instalado nas cidades de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Indiaroba, Itabaiana, Lagarto, Tobias Barreto, Nossa Senhora da Glória e está com novas unidades físicas em vias de implementação nas cidades de São Cristóvão e Propriá, preenchendo todas as microrregiões de Sergipe com unidades físicas. 

Outros destaques são ações como o programa Mesa Brasil, desenvolvido pelo Sesc, que atende mais de 60 mil famílias em todo o Estado e distribuiu, no ano de 2017, mais de um milhão de quilos de alimentos para pessoas pobres de comunidades fragilizadas socialmente na capital e interior do Estado. As ações do Sistema seguem a todo vapor para o interior sergipano, com as unidades móveis de saúde OdontoSesc e Sesc Saúde Mulher, que ajudam os municípios, prestando atendimento de qualidade para a população em saúde bucal e prevenção e diagnóstico de câncer nas mulheres sergipanas. A filosofia da entidade visa à promoção de ações que possam melhorar a qualidade de vida dos empregados do comércio e facilitar os meios para seu aperfeiçoamento cultural e profissional. 

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.