11 December, 2017

Cetur reúne conselhos e câmaras de turismo dos estados

Conselhos e Câmaras Empresariais de Turismo nos estados fazem balanço de atividade e planejam ações para 2018

O Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) reuniu as Câmaras e Conselhos Empresariais de Turismo das Federações do Comércio nos estados, no dia 6 de dezembro, para fazer um balanço das atividades de 2017 e levantar temas de interesse a serem abordados pelo Cetur/CNC no próximo ano. Durante a reunião, foi apresentado o estudo de Indicadores de Empregabilidade do Turismo, levantamento que a CNC passa a divulgar, em 2018, e que as federações vão receber para analisar e trabalhar localmente os dados estaduais.

O presidente do Cetur/CNC, Alexandre Sampaio, abriu a reunião falando das ações encaminhadas pelo Conselho em reunião com o ministro do Turismo realizada no dia 5 de dezembro, quando foram tratados temas como cobrança de direitos autorais em quartos de hotéis, regulamentação das plataformas de economia colaborativa e, ainda, a aplicação da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência).

Sampaio convocou as entidades a trabalhar de forma conjunta em nova tentativa de aprovação do projeto de resolução do Senado, que pretende fixar em 12% a alíquota máxima do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do combustível de aviação. “Entendo a situação fiscal dos estados, com destaque para São Paulo, mas o projeto é de grande importância para o turismo nacional e trará novos voos para a malha aérea.Segundo a Associação Brasileira de Empresas Aéreas, serão criados mais de 190 voos. Iremos reapresentar o projeto no ano que vem e pedimos que encaminhem, nos estados, aos parlamentares que os representam”, disse Sampaio.

Indicadores da Empregabilidade no Turismo

Com a intenção de retratar a evolução do mercado de trabalho nas atividades econômicas características do turismo, a Divisão Econômica (DE) da CNC desenvolveu a pesquisa de Indicadores da Empregabilidade no Turismo, com base nos dados oficiais do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. A CNC vai trabalhar com os indicadores nacionais e compartilhar os dados estaduais com as Federações. A pesquisa tem previsão de ser divulgada em janeiro de 2018.

O economista da CNC Antonio Everton Junior será o responsável por coordenar a divulgação dos Indicadores. Ele explicou que a escolha do Caged se deu pela abrangência dos dados, que permitem uma pesquisa de conjuntural nacional, com a mesma metodologia para todos os estados. “Entendemos, em conversa com o Cetur/CNC, que a melhor sazonalidade para a pesquisa é que ela seja divulgada a cada quatro meses”, explicou Junior.

Apesar das três divulgações por ano – nos meses de março, julho e dezembro –, os dados dos Indicadores da Empregabilidade no Turismo serão disponibilizados mensalmente, podendo ser verificados pelos conselhos e câmaras de turismo das Fecomércios. Daniel Gabriel, da Gerência de Tecnologia da Informação da CNC (GTI/CNC), apresentou o Sistema de Indicadores Econômicos (SIE), plataforma onde a pesquisa de turismo ficará hospedada, e mostrou que informações cada Federação vai visualizar e como será feita a navegação. “A pesquisa estará disponível no sistema, e as Federações nos estados vão verificar, analisar, desdobrar e trazer novas demandas e questionamentos para a DE/CNC”, afirmou a assessora do Cetur/CNC Márcia Alves.

A pesquisa vai considerar 67 subclasses da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE/IBGE) para envolver todas as atividades características do turismo. Junior explicou ainda que a DE/CNC estará disponível para ir aos estados e ensinar como fazer para acessar as informações e gerar análises a partir delas.

Retrospectiva de 2017 e temas de interesse para 2018

A reunião continuou com um levantamento de temas de interesse a serem trabalhados em 2018 pelo Cetur da CNC, segundo as prioridades indicadas pelos estados. Foram apresentadas sugestões como observatórios de turismo, promoção do País, modais do turismo (fluvial, náutico, rodoviário, e aéreo), turismo de fronteira, novas tecnologias aplicadas ao turismo, destinos turísticos inteligentes, legislação trabalhista voltada para o turismo e eventos e centro de convenção, entre outras que serão analisadas pelo Cetur/CNC para os quatro seminários que serão realizados ao longo do próximo ano.

Cada representante apresentou as ações de destaque realizadas pelos conselhos e câmaras em 2017, promovendo a troca de cases de sucesso entre os estados e as novas ideias para 2018. “Fizemos ações todos os meses, muitas delas registradas nas mídias nacional e internacional, como o treinamento dos ambulantes de Salvador em parceria com o Senac, as reuniões com Ministério do Turismo e Abremar e a captação do voo direto da Gol de Salvador para Montevidéu. Colocamos nossas marcas na mídia e tivemos a maior centimetragem em turismo de todos os tempos na Fecomércio-BA”, detalhou Avani Duran, que esteve à frente da Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio-BA (CET-BA) por 28 meses e está sendo substituída pelo hoteleiro José Manoel Garrido, também presente à reunião.

Participaram da reunião representantes das Federações do Comércio de 17 estados: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Download

  • Apresentação do Cetur/CNC e da DE/CNC durante reunião | Download

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.