• An illegal choice has been detected. Please contact the site administrator.
13 September, 2018

Fecomércios contribuem para avanço do turismo nos estados

Crédito: Carolina Braga

Cláudia Pessôa apresenta ações de turismo da Fecomércio-AL na CNC, no Rio de Janeiro

Durante reunião do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), realizada no dia 11 de setembro, no Rio de Janeiro, os representantes do turismo das 25 Federações do Comércio de Bens Serviços e Turismo (Fecomércios) presentes no evento apresentaram as principais iniciativas desenvolvidas ao longo do ano em cada estado. O encontro mostrou que o trabalho dos Conselhos e Câmaras de turismo das Fecomércios promove os destinos e a atração de investimentos para o setor, trazendo melhoramentos na infraestrutura turística.

Para o presidente do Cetur/CNC, Alexandre Sampaio, a vantagem dos Conselhos e Câmaras de turismo das Fecomércios é reunir o empresariado do setor e criar uma agenda unificada de demandas da cadeia produtiva. “É perceptível a evolução dos Conselhos e o avanço em ações, conquistas e organização dos pleitos do trade turístico local”, afirmou Sampaio.

Um exemplo de como as demandas dos empresários podem ser encaminhadas é o projeto Turismo e o Acesso ao Crédito, da Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio-ES (CET-ES). Foi criado um Grupo de Trabalho que decidiu realizar uma pesquisa para entender as dificuldades do empresário para acessar os créditos disponíveis para o setor. “Foram 130 respondentes, e agora os resultados serão apresentados às instituições financeiras. Depois, será promovida uma reunião entre os empresários e as instituições financeiras”, explicou Tatiana Chafim, da Fecomércio-ES. A CET-ES também promoveu reuniões de aproximação entre empresários e as lideranças da Segurança Pública no Estado.

Na Fecomércio-BA, o foco de atuação em 2018 foi o apoio às ações da prefeitura para a promoção do destino turístico, investimentos em infraestrutura e, com o apoio do Senac, promover a capacitação para garantir o bom atendimento ao turista. “Fizemos uma parceria com a prefeitura de Salvador e a ABIH. Damos suporte de alimentação para todos os eventos realizados pelo turismo, por meio do Senac, além de já termos realizado a capacitação de 500 operadores”, afirmou José Manuel Garrido, coordenador da Câmara Empresarial do Turismo da Fecomércio BA (CET-BA). A CET-BA realiza eventos reunindo poder público e iniciativa privada para debater ações que podem ampliar o turismo em diferentes frentes, com temas diversos, como Turismo Religioso em Salvador: Roteirização da Colina Sagrada e Caminhos da fé, e soluções em marketing digital para o turismo.

Além do apoio à estruturação dos destinos, como feito na Bahia, em alguns estados as Câmaras ou Conselhos de Turismo das Fecomércios desempenham atividades de planejamento e consolidação dos destinos turísticos, por ausência de iniciativas do poder público nesse sentido.

Na capital, a CET-DF, instalada em 2016, foi a responsável pelo Plano Diretor do Turismo e Hospitalidade no Distrito Federal, pelo concurso para eleger a marca de Brasília e pela criação de um portal de Brasília para informações sobre o destino. A CET-DF também assinou um termo de cooperação com a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) para colocar o destino nas prateleiras de guias de turismo. “Vendemos não apenas o Distrito Federal, mas o Brasil Central (DF, GO, MT, MS e TO), porque, trabalhando conjuntamente esses produtos, fortalecemos os destinos junto aos operadores de turismo”, explicou Jackeyline Mapurunga, da Fecomércio-DF.

Consultora da Presidência da Fecomércio-RO, Cileide de Macedo falou sobre como o trabalho realizado pelo Conselho Empresarial do Turismo e Hospitalidade (Conetur) contribuiu para o reconhecimento institucional da federação. “Há três anos tivemos a oportunidade de conhecer esse trabalho da CNC e o levamos para a Fecomércio-RO. Hoje, ele é um dos diferencias para a Federação. Quando tivemos uma queda de 80% na arrecadação sindical, tivemos um aumento de 47% na assistencial, e associamos isso ao trabalho realizado no Conselho que fez a diferença para o estado”, afirmou Cileide. Entre as vitórias obtidas pelo Conetur, as ações pela internacionalização do aeroporto de Porto Velho tiveram destaque com a liberação de recurso de R$ 7 milhões para instalação do sistema de Alfândega e do Equipamento de Ligação Operacional (Elo), conector que leva o passageiro do embarque até a aeronave, garantindo a acessibilidade.

Ações integradas

A iniciativa do Cetur/CNC de elaborar um documento aos presidenciáveis teve repercussão nos estados que adaptaram as demandas à realidade local, ou utilizaram o mesmo documento e o entregaram aos candidatos ao governo nos estados. Um exemplo foi o do Conselho Empresarial do Turismo e Hospitalidade da Fecomércio-MS (CETUR-MS), que elaborou com o trade turístico local uma Carta de Compromisso aos candidatos a governador do Mato Grosso do Sul. “As entidades se uniram e formataram uma Carta de Compromissos para que os candidatos ao Governo do Estado saibam quais são as principais reivindicações do setor e tenham como meta, se eleitos, o seu cumprimento”, afirmou a representante da Fecomércio-MS, Kassilene Cardadeiro.

Disponibilizada mensalmente com dados dos estados, a pesquisa de Empregabilidade no Turismo produzida pela CNC, com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho, está sendo divulgada pelas federações. Os dados também estão sendo utilizados para as demandas junto aos poderes públicos, como lembrou Cláudia Pessôa, da Fecomércio-AL: “O levantamento da Empregabilidade no Turismo foi de grande importância, porque não há política pública sem dados”. Os dados estaduais da pesquisa Empregabilidade no Turismo já estão sendo divulgados pelas Fecomércios de Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, entre outras.

 

Created with flickr slideshow.