11 April, 2018

Turismo tem novo ministro apoiado pelo trade

Turismo tem novo ministro apoiado pelo trade

Crédito: Divulgação

Turismo tem novo ministro apoiado pelo trade

O novo ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, tomou posse em 10 de abril, no Palácio do Planalto, em Brasília, em cerimônia que marcou a entrada de outros nove ministros no governo federal. Lummertz, ex-presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), substituiu Marx Beltrão, que ocupou a pasta desde 5 de outubro de 2016. O novo ministro contou com o apoio do trade turístico, que já havia pedido sua nomeação por reconhecer sua capacitação e acreditar que ele era um “sucessor natural” ao trabalho do Ministério do Turismo (MTur). Entre as entidades que apoiaram seu nome estavam a Federação Nacional de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares, a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), Associação Brasileira da indústria de Hotéis (ABIH), a Associação Brasileira de Resorts (ABR), Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Abremar), a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), entre outras entidades que compõem o Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da CNC. 

Ainda no dia 10 de abril, durante a tarde, o novo ministro participou da cerimônia de transmissão do cargo realizada no auditório do Ministério do Turismo. A solenidade contou com a participação de empresários e lideranças dos diversos segmentos do turismo, entre eles o presidente do Cetur/CNC, Alexandre Sampaio, que também preside a FNHRBS. “O trade, principalmente as entidades representantes do setor produtivo, apoiou a nomeação de Vinicius Lummertz por tratar-se de profissional capacitado para conduzir os desafios do turismo brasileiro no dias atuais”, afirmou Sampaio. 

O novo ministro agradeceu o apoio do trade turístico e afirmou que pretende trabalhar para desenvolver a atividade e fortalecer a economia do setor. Para Lummertz os avanços no turismo nacional impactam positivamente a geração de empregos no País. “Esse é um setor que dá respostas rápidas às reformas, e a previsão é a geração de dois milhões de empregos com o Brasil + Turismo”, afirmou se referindo ao programa proposto pelo MTur. O ministro também lembrou a importância de ampliar o que ele chama de “novas fronteiras do turismo” que trata da utilização e melhor aproveitamento no turismo de parques e orlas brasileiros, além das cidades históricas. 

O deputado federal Marx Beltrão também destacou o apoio do trade ao novo ministro e avaliou o trabalho realizado à frente do ministério. “Estou muito orgulhoso com o trabalho que fizemos ao longo desses 18 meses que garantiu, entre muitas conquistas, o recorde de movimentação de turistas estrangeiros em 2017, número maior que o obtido na Copa do Mundo e Olimpíada”, comentou. 

Conquistas e avanços

O ministro falou sobre recentes conquistas do setor como a política de “céus abertos” entre Brasil e Estados Unidos e a concessão de vistos eletrônicos e lembrou a necessidade de avançar com o Projeto de Lei nº 2.724/2015, que transforma a Embratur em serviço social autônomo, nos moldes da APEX-Brasil e Sebrae, além de permitir ainda a ampliação da participação de capital estrangeiro nas companhias aéreas e atualizar a Lei Geral de Turismo (LGT), o Cetur/CNC conduziu debates no trade e encaminhou muitas das propostas contempladas nas alterações da LGT. Foi aprovado o pedido de regime de urgência para o PL 2.724/2015 no Plenário da Câmara dos Deputados, no dia 20 de março. “Precisamos construir uma grande imagem do Brasil para criarmos condições de atrair investimentos”, defendeu Lummertz. 

Currículo

Natural de Santa Catarina, Lummertz tem 57 anos e é formado em Ciências Políticas pela Universidade Americana de Paris, com cursos de gestão na Kennedy School, da Harvard University; no IMD de Lausanne, Suíça, e possui MBA-Executivo na Amana Key, em São Paulo. À frente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), desde junho de 2015, o executivo já atuou como secretário nacional de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo, de setembro de 2012 a maio de 2015.

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.